Aposentado de 85 anos compra casa de conjunto habitacional e é despejado em Sinop

GC Notícias - O aposentado de 85 anos sofreu um prejuízo de quase R$ 21 mil, após comprar uma casa popular do programa Minha Casa Minha Vida, no bairro Sebastião de Matos. Cinco meses depois, uma ordem judicial o obrigou a deixar o imóvel.
O idoso procurou a TV Capital para denunciar o caso.

Ele alega que foi enganado pela moradora e pagou em um único montante R$ 19.500, um mês depois, depositou outros R$ 1 mil.


As casas populares dos conjuntos habitacionais não podem ser vendidas ou alugadas. A Secretaria Municipal de Habitação recebeu dezenas de denúncias de irregularidades nos imóveis. Logo, é emitida junto ao Governo Federal a reintegração de posse e outra família cadastra é beneficiada.

O aposentado recorreu ao Ministério Público que intimou a então vendedora da casa, que alegou não ter o dinheiro para ser devolvido ao idoso. O processo segue na justiça.

De 2009 até o ano de 2013, a prefeitura de Sinop com a Caixa Econômica Federal, entregou 4.271 casas populares entre os programas do Minha Casa Minha Vida, Programa de Arrendamento Social , Programa de Subsídio Habitacional e o Meu Lar.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS