Colíder: Rafael Bosco de Oliveira quer resgatar a saúde básica local e oferecer serviços de qualidade ao usuário

HojeNews - A partir desta segunda-feira (2/12), já no comando da Secretaria Municipal de Saúde, o enfermeiro Rafael Bosco de Oliveira terá a difícil missão de resgatar a qualidade dos serviços de saúde de Colíder.

Rafael já está a par de todas os problemas existentes no setor. “Nos últimos dois meses, tive a oportunidade de aprofundar os meus conhecimentos sobre as dificuldades existentes na saúde municipal. Já tenho algumas metas traçadas e vou propor mudanças na infraestrutura”, comenta.

Melhorar a oferta de especialidades médicas é um dos objetivos, dentro da proposta de diversificar e democratizar a oferta de serviços de qualidade ao usuário de Colíder.

“Será um trabalho árduo, porém não é uma ação impossível, desde que se conte com o apoio de uma equipe qualificada, técnica, com profissionais em pontos estratégicos e trabalhando em conjunto, com metas e objetivos”, diz Rafael.

Infraestrutura

O novo secretário avalia que o foco principal é a população, e é tendo as pessoas como foco é que a pasta da Saúde atuará a partir de agora.

“Faremos um amplo levantamento nos postos de saúde logo no início do nosso trabalho. Será feito um estudo sobre a infraestrutura, recursos, materiais, equipamentos e aos profissionais para, aí sim, planejar as nossas ações e, dentro das nossas possibilidades, iremos reestruturar e corrigindo todas as falhas que encontrarmos”, pondera.

Para Rafael, a crise econômica nacional influencia na qualidade das unidades de saúde estaduais e municipais, inclusive em Colíder. No entanto, ele avalia que, em relação aos demais municípios da região, o setor da saúde local não é das piores.

“A saúde de Colíder não está tão ruim assim. Claro, há muito para se melhorar. Tem que se buscar novos serviços e novas soluções. Melhorar a saúde do nosso município não será uma ação de curto prazo, mas não é uma meta impossível de ser alcançada”, avalia.

Hospital Regional

Sobre o Hospital Regional de Colíder, que é de responsabilidade do Governo do Estado, através do Consórcio Intermunicipal de Saúde, Rafael ressalta que fará cobranças permanentes junto à Secretaria Estadual de Saúde em busca de recursos, serviços de qualidade e de investimentos na instituição, que hoje enfrenta uma crise sem precedentes, com falta de serviços e setores foram desativados.

“Nós vamos cobrar do governo de Mato Grosso e do Consórcio ações concretas no Hospital Regional. Mas nós vamos priorizar a saúde básica municipal. Mas é óbvio que vou me inteirar dos problemas do hospital e conhecer a sua realidade. E vamos ajudar em tudo aquilo que estiver ao nosso alcance para que o Hospital Regional de Colíder volte a ser um centro de boa qualidade, como já foi no passado”, pontua Rafael.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI