Polícia Civil prende sete por roubo de cargas, estupro e receptação em Nova Mutum


HojeNews - A Polícia Civil prendeu em Nova Mutum sete pessoas acusadas de crimes de roubo, tráfico, desvio de cargas, furto de armas, estupro e receptação. Um deles é foragido da Cadeia Pública de Rosário Oeste desde 7 de outubro. Thauan Aparecido Rondon (24) é considerado um dos traficantes mais perigosos da região.

O traficante tem registro criminal de vários roubos, dentre eles o roubo de quatro caminhões da construtora C. R. Almeida, responsável pelo Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), localizada em Várzea Grande, assaltada no dia 26 de novembro.

Os caminhões foram recuperados, sendo dois em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, um na BR 070, e outro na zona rural de Várzea Grande. As investigações seguem em andamento pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERFFVA), em Cuiabá.

O prisão do foragido foi um esforço conjunto de policiais da GIG, composta por investigadores da Regional, Delegacia Municipal, e Roubos e Furtos (Derf), que montaram monitoramento e depois de horas de vigilância conseguiram localizar o jovem criminoso, no bairro Residencial Paraíso.

Desvio de Cargas

Na quinta-feira (8/12), os policiais esclareceram o desvio de cargas de uma transportadora e prenderam três pessoas suspeitas. O delegado de Nova Mutum, Luiz Felipe Nascimento de Leoni, informou que foi constatado que o gerente da empresa acobertava a ação dos funcionários, que há mais de um ano desviavam produtos da empresa.

Furto de armas

O furto de 2 espingardas semi-automáticas calibres 22 e 1.650 munições calibres 28 e 20 foi solucionado e todo material bélico recuperado pela equipe desta Delegacia, em uma fazenda no município de Nova Marilândia. Os suspeitos foram autuados por crimes furto e associação criminosa.

Estupro e receptação

Também foi preso em Nova Mutum,  Rosildo Silva de Araújo, 45 anos, em cumprimento de mandado de prisão preventiva, de crime de estupro de vulnerável. O suspeito era motorista de um ônibus escolar e teria aproveitado do contato com as crianças para abusar de duas alunas menores, que eram as últimas a desembarcar.

A denúncia chegou na Delegacia no final de novembro e em menos de 10 dias o suspeito foi preso. O delegado Luiz Felipe Leoni informou que os abusos ocorreram no decorrer deste ano de 2016.

Juvenal de Moraes foi autuado em flagrante por receptação e Janet Tomasi do Rosário, por posse ilegal de arma de fogo. A prisão dos dois teve o apoio das Delegacias de Nortelândia, Santo Afonso e Arenápolis.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS