Deputados de MT votam contra emenda de R$ 3 milhões para hospitais regionais de Colíder, Alta Floresta e Peixoto



HojeNews - A decisão da maioria dos deputados estaduais de derrubar a emenda à Lei Orçamentária Anual (LOA), de autoria do Pedro Satélite (PSD) e que destinava R$ 3 milhões para a reestruturação dos hospitais regionais de Colíder, Peixoto de Azevedo e Alta Floresta, gerou protestos da classe política e dos moradores dos municípios do Nortão atendidos pelas unidades.

Votaram contra a destinação dos recursos 12 parlamentares: Mauro Savi (PR), Baiano Filho (PSDB), Dilmar Dal Bosco (DEM), Zé Domingos (PSD), Gilmar Fabris (PSD), Oscar Bezerra (PSB), Sebastião Rezende (PSC), Wagner Ramos (PSD), Saturnino Masson (PSDB), Jajah Neves (PDT), Adriano Silva (PSB) e Dr. Leonardo PSD).


Se manifestaram pela aprovação da emenda, além do autor Satélite (PSD), os deputados Romoaldo Júnior (PMDB), Silvano Amaral (PMDB), Janaina Riva (PMDB), Nininho (PSD), Valdir Barranco (PT) e Allan Kardec (PT).


Um dos deputados que votou contra a destinação dos recursos para Colíder foi justamente Mauro Savi, que recebeu nas eleições de 2014 um número de votos expressivo no município, a quinta maior votação em Mato Grosso. No total, 1.741 colidenses votaram no parlamentar do PR.

Repúdio em Colíder

Em Colíder, os protestos ganham força. O presidente da Câmara de Vereadores, Rica Matos (PSD), não esconde a sua frustração e publicou um vídeo nas redes sociais onde manifesta a sua indignação contra os parlamentares que se recusaram a destinar dinheiro para o Hospital Regional.

“Em nome da população do Norte de Mato Grosso, que necessita desses hospitais, gostaria de expressar meu repúdio a esses parlamentares que votaram contra. Quero lembrar a todos e aos nobres deputados que estiveram aqui pedindo voto, sendo que um deles foi o segundo mais votado e obteve mais de 1.600 votos em Colíder, que esse fato será lembrado”, lamenta Rica.


Indignado com a reprovação, Pedro Satélite disse que a Assembleia Legislativa estava cometendo um erro histórico ao rejeitar a sua emenda, pontuando que Mato Grosso também é formado pela região Norte. “Se nós aprovarmos para a região Sul, porque não podemos aprovar para a região Norte?”, questionou o parlamentar do PSD.


Outro lado

O líder de governo na Assembleia Legislativa, deputado Dilmar Dal’ Bosco (DEM) disse na tarde desta sexta-feira (13) que ainda no primeiro semestre deste ano o Governo do Estado dará início às reformas dos hospitais regionais de Peixoto de Azevedo, Alta Floresta e Colíder, orçadas em R$ 3 milhões.

O deputado Zé Domingos, por sua vez, explica que os recursos definidos na LOA são destinados apenas para custeio, manutenção e funcionamento das unidades de saúde.

“Chegaram a apresentar uma emenda à LOA para garantir a reforma desses hospitais, mesmo sabendo que era um erro, ou seja, tudo não passou de um grande teatro. Se queremos garantir ações efetivas na saúde pública de Mato Grosso temos que tirar dos valores que nos são dados anualmente. Não dá para jogar toda responsabilidade nas costas do governo, quando nós, deputados estaduais temos recursos e condições de resolver o problema”, pontua o democrata.

Texto: Sérgio Ober





ÚLTIMAS NOTÍCIAS