Notícia de ameaça de ataques a presídios de MT não procede, dizem Estado e Polícia Federal


HojeNews - O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, e o secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas, e o superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso, Áderson Vieira Leite, informaram nesta segunda-feira (9/01) desmentiram as notícias veiculadas na imprensa no fim de semana a ameaça de ataques e rebeliões em presídios de Mato Grosso não procedem.

Segundo eles, tanto no âmbito da Secretaria de Segurança Pública do Estado quanto no âmbito da Polícia Federal, não há qualquer registro de interceptações telefônicas de detentos planejando ações contra unidades prisionais no Estado.

“Foram feitas consultas na Diretoria de Inteligência Policial da Polícia Federal em Brasília e junto à Superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, e não foi reportada a existência dessa notícia”, relatou o superintendente da Polícia Federal, acompanhado do delegado federal, Sérgio Sadao Mori, responsável pela divisão de Investigação e Combate ao Crime Organizado.

Antes mesmo da reunião, o secretário Rogers Jarbas já havia procurado os responsáveis pelas outras forças de segurança pública para verificar a veracidade das informações divulgadas na mídia.

“Eu entrei em contato com o Dr. Áderson Leite e com o secretario de Segurança Pública do Mato Grosso do Sul, Dr. José Barbosa, e eles foram enfáticos em afirmar que não havia qualquer tipo de informação nesse sentido e que isso era uma falácia”.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS