Vereadores de Colíder, polícia, autoridades e prefeito Noboru Tomiyoshi iniciam ações para reforçar segurança pública


Da Assessoria – Vereadores, autoridades do Judiciário e representantes da polícia e da sociedade organizada se reuniram na tarde desta segunda-feira (30/01) com o prefeito Noboru Tomiyoshi para iniciar ações de combate ao crime em Colíder. A iniciativa é resultado do encontro sobre segurança pública promovido pela Câmara Municipal na quinta-feira (26).

Uma das decisões atende sugestão do prefeito Noboru, que é a reformulação da lei municipal que criou em 2013 o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), atualmente inativo atualmente e que necessita ser readequado. A reativação do GGIM é uma cobrança do promotor de Justiça de Justiça Washington Eduardo Borrére. Também ficou estabelecida a reformulação do Conselho Municipal de Segurança Pública (Conseg).


Noboru informou que criará a Secretaria Adjunta de Segurança, ligada diretamente ao seu gabinete. “Essa pasta será responsável por esse diálogo e por essa articulação envolvendo todas as instituições ligadas à segurança. Proporcionar segurança é uma preocupação da administração municipal. Obviamente, está dentro do nosso plano de governo, está dentro das nossas obrigações institucionais. A partir de agora, as coisas devem começar a acontecer de forma mais efetiva”, destaca Noboru.

A mobilização em torno da segurança pública de Colíder surgiu a partir de uma iniciativa do vereador Marcos Aragão, o Marquinhos. Diante do aumento de índice de furtos, assaltos e tentativas de assassinato, o vice-presidente do Legislativo entende que é fundamental a adoção de articulações concretas e que promovam o fortalecimento do combate ao crime no município através do apoio às polícias Civil e Militar.


Para Marquinhos, é ainda mais importante viabilizar ações contra o tráfico de drogas e oferecer à criança e ao adolescente lazer, capacitação e acesso ao primeiro emprego. “Para que isso seja possível, precisamos envolver todos os segmentos da sociedade e todas as secretarias da Prefeitura nesse processo. Além de combater o crime, o jovem precisa ter acesso a opções que o mantenha ocupado com atividades, impedindo que seja cooptado por pessoas envolvidas em ações criminosas”, avalia.

O presidente da Câmara, Rica Matos, gostou dos encaminhamentos obtidos durante a reunião desta segunda-feira. “Os avanços foram claros e objetivos. Vi o prefeito Noboru realmente interessado em investir nessa questão da segurança pública de Colíder. A Câmara está se colocando à disposição para aprovar imediatamente as alterações sugeridas no projeto de lei que criou o GGIM. A primeira sessão ordinária será no dia 6 de fevereiro e já podemos colocar essa discussão na ordem do dia”, resume.


Para Washington Borrére, o encontro promovido pela Câmara foi importante para encaminhar a reestruturação da segurança pública em Colíder. “Já está garantindo algumas conquistas interessantes. Com certeza, vamos desfazer os entraves, ouvir ideias, discutir problemas e viabilizar apoio às polícias. Mas é fundamental que o GGIM seja reativado. Também não adianta nós termos uma polícia funcionando muito bem se não atuarmos em outras áreas, como saúde, iluminação pública, educação, assistência social e outros setores da administração municipal”, opina o promotor de Justiça.






ÚLTIMAS NOTÍCIAS