Polícia Civil prende em Colíder família envolvida no tráfico de drogas; duas armas e munições foram apreendidas


HojeNews - A Polícia Civil cumpriu dez mandados judiciais de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira (17.02) em Colíder. Um suspeito foi preso, três menores apreendidos, além de grande quantidade de substância química utilizada para fabricação de entorpecente, duas armas de fogo e munições.

A ação está inserida na operação “Bairro Seguro”, deflagrada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), e contou com a participação de 13 policiais civis das Delegacias de Polícia dos municípios de Colíder e Nova Canaã do Norte.

Seis pessoas foram conduzidas à Delegacia de Polícia de Colíder, entre elas três adolescentes que foram autuados por atos infracionais análogos ao crime de tráfico de drogas majorado, e associação para o tráfico. Um quarto suspeito, preso juntamente com os menores foi autuado em flagrante pelas mesmas condutas ilegais dos menores.


Em um dos endereços-alvo da operação, os investigadores surpreenderam os dois irmãos adolescentes, de 15 e 17 anos, um primo maior de idade, e outro menor em posse de aproximadamente 1,2 quilos de ácido bórico (produto químico destinado para refinar e preparar entorpecentes), uma arma de fogo de fabricação artesanal, munições, e diversos objetos provenientes de crimes de roubos e furtos.

Conforme o delegado de polícia de Colíder, Ruy Guilherme Peral da Silva, os dois irmãos e os dois primos possuem passagens pela polícia por roubo, tráfico de drogas, e desacato.

“Como três deles são menores será representado pelos pedidos de internação. Já com relação ao quarto envolvido, a Polícia Civil irá representar pela conversão da prisão em flagrante para prisão preventiva. Ele deverá ser encaminhado para a Cadeia Publica do município de Sinop (500 km ao Norte)”, destacou o delegado Ruy Guilherme.

Em outro caso, um homem de 50 anos foi levado à Delegacia de Polícia depois de ser localizado com uma motocicleta suspeita de estar com o chassi adulterado. Diante da desconfiança, a moto foi apreendida e será periciada pela equipe da Politec. O condutor do veículo foi ouvido e liberado.

O quinto conduzido para averiguação foi um rapaz de 34 anos. Com ele foi encontrada uma pistola Taurus, com o registro em nome do mesmo, porém vencido. Em consulta com a Polícia Federal e devidas checagens, o suspeito foi liberado.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS