Vereador Marquinhos apoia programa do Sebrae que ajuda agricultor de Colíder a administrar o negócio rural

Estão abertas em Colíder as inscrições ao curso Negócio Certo Rural, um programa gratuito de capacitação em planejamento e administração de pequenos negócios rurais idealizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A iniciativa conta com o apoio do vereador Marcos Aragão, o Marquinhos (PSD). O número de vagas está restrito a 30, sendo dois participantes por propriedade.

Lidiane Ângela da Silva, gerente local do Sebrae, informa que os interessados devem procurar a sede da entidade na avenida Tancredo Neves 27, ao lado da Praça Central. O telefone é o (66) 3541-4639. O público alvo são produtores rurais, suas famílias, jovens e trabalhadores do campo. A meta é envolver, nesta primeira turma, representantes de 15 propriedades.

Segundo Lidiane, o curso auxilia os participantes tanto na melhoria de negócios existentes como na implantação de novas atividades. “O objetivo é estimular que os empreendedores rurais inovem em produtos e serviços já existentes nas propriedades e, até mesmo, na criação de novas oportunidades econômicas”, explica.

No total, segundo Douglas Ivan, gestor de Projetos do Agronegócio do Sebrae, são 40 horas de capacitação, distribuídas ao longo de cinco encontros de trabalho acompanhados por um consultor da área. “Após os encontros de capacitação, também acontecem seis horas de consultoria individual em cada propriedade”, informa.


Vantagens econômicas

As aulas apresentam conceitos, dicas, exemplos e tarefas práticas para que o estudo seja agradável e para que o empreendedor rural possa relacionar o que está estudando com a prática de sua rotina na propriedade.

As tarefas práticas envolvem a realização do diagnóstico da propriedade, identificação de novas ideias de negócio a partir de sua realidade e das potencialidades da região, buscar informações para avaliar as ideias e elaborar um plano de negócios.

A metodologia do programa foi ambientada para o universo agrícola, visando orientar o produtor a identificar áreas de investimento, analisar a viabilidade do negócio, elaborar plano de negócio e gerenciar o empreendimento.

O vereador Marquinhos diz que essa é uma iniciativa motiva o pequeno agricultor a revitalizar a produção e diversificar a economia em sua propriedade. “Pode, até mesmo, descobrir outros empreendimentos viáveis que estão ao seu alcance, como fruticultura, floricultura, mel, piscicultura ou uma pequena agroindústria artesanal”, comenta.

Fonte: Assessoria de imprensa da Câmara de Colíder

ÚLTIMAS NOTÍCIAS