Menina de 10 anos que desapareceu ao brincar em rio de MT não é encontrada

G1MT - O Corpo de Bombeiros encerrou nesta terça-feira (11) as buscas pela menina Cristiane Luz Ladin da Costa, de 10 anos, que desapareceu no Rio Garças, a 516 km de Cuiabá, ao passear com os tios. A menina estava sem boia e sem colete salva-vidas. De acordo com a corporação, ela estava brincando em banco de areia quando foi levada pelas águas.

Ao todo, foram oito dias de buscas. Nos trabalhos foram usados quatro mergulhadores que fizeram mais de 20 horas de mergulho no rio. Segundo os bombeiros, as buscas superficiais foram feitas nos períodos matutino e vespertino, sem sucesso.

Além dos barcos da corporação, embarcações da população foram usadas nas buscas.

Segundo a mãe da menina, Kátia Landin, a irmã e o cunhado dela haviam levado a menina para uma pescaria e, depois, resolveram tomar banho de rio.

A menina e os tios estava tomando banho quando o homem percebeu que a esposa e a sobrinha dela estavam se afogando.

Ele chegou a levar a mulher para uma região mais rasa e voltou para pegar a garota. Mas, como a esposa foi novamente para uma região mais funda, ele retornou para resgatá-la e, quando foi pegar a menina, ela já estava afundando.

Conforme a corporação, a menina estava com a tia e o marido dela, o único que sabia nadar, e todos eles estavam sem boia.

Choque

Kátia contou ao G1 que recebeu com choque a notícia do desaparecimento da filha. “Foi um choque muito grande, ainda não sei lidar com a situação toda. Passo o dia medicada para conseguir suportar a dor”, afirmou a dona de casa ao G1.

De acordo com os bombeiros, a água estava com uma cor escura devido às chuvas e o nível do rio está muito alto. O único desejo da mãe da menina era poder sepultar o corpo da filha. “Só peço a Deus para abençoar as buscas e trazerem o corpo da minha filha para um sepultamento digno”, declarou.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS