Polícia prende cinco criminosos que invadiram supermercado, amarraram funcionários e roubaram R$ 50 mil em MT

HojeNews - O roubo de quase R$ 50 mil ocorrido em um supermercado bastante conhecido e movimentado na cidade de Primavera do Leste (231 km ao Sul) foi frustrado pelas Polícia Civil e Polícia Militar nesta quarta-feira (01.03).

Além de todo dinheiro recuperado, cinco pessoas foram presas e um adolescente apreendido. Uma arma de fogo e um simulacro, usados no crime, também foram localizados poucas horas após o roubo, praticado no estabelecimento “Super Compras”,

O funcionário do supermercado, Joaquim Silva Santos, 38, conhecido como “Açougueiro”, Adriano Gomes da Silva, o “Cuiabano”, Charles Pereira dos Santos, 24, Joilson Delmon de Oliveira, 31, o “Gordinho” e Henrique Pereira Lobato, 18, conhecido como “Batata”, todos com passagens por roubo e tráfico de drogas, foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado e corrupção de menores. Já o adolescente, J.R. de 17 anos, responderá ato infracional análogo a roubo majorado.

As diligências iniciaram logo após o roubo, em que três homens armados invadiram o Supermercado “Super Compras”, no centro de Primavera do Leste. Agindo com violência e grave ameaça os criminosos amarram os funcionários e efetuaram o roubo de mais de R$ 49 mil em dinheiro. Em seguida os suspeitos fugiram levando um veículo Gol de uma das vítimas, posteriormente abandonado.

Cerca de uma hora depois do assalto, os policiais civis e militares conseguiram identificar uma residência de propriedade de Henrique, no bairro Buritis, onde cinco dos envolvidos estavam escondidos.

Após realização do cerco policial, foi recuperado parte do dinheiro roubado dentro de uma sacola enterrada no quintal da casa, além de apreendido um simulacro e um revólver calibre 38. A outra parte do valor subtraído do supermercado foi encontrada em poder de Adriano, preso, minutos depois.

Conforme a delegada de polícia da Derf, Anamaria Machado Costa, no decorrer das investigações e pelo “modus operandi” de agir dos autores, foi constatado que o funcionário Joaquim foi o mentor do crime, anteriormente planejado e arquitetado pelos envolvidos.

“A quadrilha tinha informação privilegiada, referente ao dia primeiro do mês, que é dia de pagamento dos funcionários do estabelecimento realizado em moeda corrente”, destacou Anamaria Machado.

Participaram da rápida ação de combate a violência em Primavera do Leste, os policiais civis da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), da Delegacia Regional, em parceria com policiais militares do município. Com informações da assessoria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS