Rapaz que jogou perfume e ateou fogo na genitália de irmão sai da cadeia em MT

Olhar Direto - O juiz Jeferson Luiz Quinteiro, da 11ª Vara Criminal – Justiça Militar e Audiência de Custódia (Jumac) - coordenada pelo juiz Marcos Faleiros da Silva – concedeu liberdade provisória a Jhon Cley Miranda Fernandes, de 19 anos, que jogou perfume e ateou fogo nos órgãos genitais do próprio irmão, uma criança de 10 anos, no último dia 14, na residência da família no bairro Renascer, em Cuiabá.

Jhon Cley foi preso em flagrante após confessar a autoria do crime. No entanto, o juiz concedeu a liberdade provisória ao jovem em função dele ser réu primário (não cometeu outros crimes anteriormente) e mora com a mãe em endereço declarado à Justiça.

Com a decisão, que data desta quarta-feira (15), Jhon Cley deverá cumprir algumas medidas cautelares, como comparecer uma vez por mês na Vara e se abdicar de frequentar bares ou boates.

Além disso, ele está proibido de ausentar de Cuiabá sem a permissão da Justiça e deverá recolher-se em sua residência durante a noite.

O caso


Conforme o Boletim de Ocorrência (B.O), a criança de 10 anos estava dormindo quando o seu irmão pegou um frasco de perfume, jogou sobre o seu corpo e depois colocou fogo.

A criança foi socorrida por vizinhos e levada ao Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), com ferimentos da cintura para baixo. A mãe da criança acompanhou o menor até a unidade de saúde. Ela não estava em casa no momento do ocorrido.

A Polícia Militar foi acionada e foi até residência, no bairro Renascer, em Cuiabá. O jovem de 19 anos foi encaminhado para a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS