Vereador Pernambuco Filho cobra retomada dos serviços de alta complexidade no Hospital Regional de Colíder

“A saúde do Hospital Regional de Colíder está doente. Ela está entrando na UTI”, afirma o vereador Pernambuco Filho (PMDB), que cobra uma solução urgente para garantir a normalização dos serviços na unidade, principalmente no que se refere aos procedimentos de alta complexidade.

Pernambuco salienta que essa responsabilidade é do Governo do Estado, e não dos municípios. “Não é da alçada dos prefeitos. O Hospital Regional é estadual. Precisamos que o governado [Pedro Taques] cumpra somente com a obrigação dele. Que ele pague os profissionais e os fornecedores”, enaltece.

O vereador lembra que o bom funcionamento do hospital reduz as despesas do poder público, principalmente com o transporte de pacientes à Cuiabá. “Vejo que fica muito mais caro a gente pegar um paciente aqui e levar para Cuiabá, que dá mais de 700 quilômetros de Colíder, ou mil e quatrocentos quilômetros para ir e voltar. É mais barato atender aqui”, avalia.

DIVISAS

Pernambuco acrescenta que, além dos seis municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal, a Hospital Regional de Colíder atende cerca de 18 cidades da região e mais os moradores do sul do Pará. E na opinião do vereador isso é bom porque aquece as vendas no comércio local.

“E isso acaba sendo bom porque gera lucros para Colíder. O cidadão que vem de fora vai comprar na farmácia de Colíder, vai se hospedar em hotel daqui, consumir na lanchonete ou no restaurante daqui, vai abastecer em Colíder. Ou seja, esses pacientes e suas famílias vão deixar dinheiro aqui e aquecer o comércio local”, pontua o vereador.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Colíder

ÚLTIMAS NOTÍCIAS