Vereadores aprovam concessão de terreno público para construção da sede da Pastoral da Criança de Colíder

O plenário da Câmara de Colíder aprovou, por unanimidade, na sessão ordinária desta segunda-feira (27/03) o projeto de lei que autoriza a Prefeitura a efetuar a concessão de uma área pública para a Mitra Diocesana de Sinop e à Paróquia Papa João XXIII. No local será construída a sede da Pastoral da Criança.

O presidente Rica Matos (PSD) destacou o empenho da diretoria da Pastoral da Criança e do frei Carlos para viabilizar a doação do terreno. “Também é preciso lembrar o trabalho da equipe da prefeitura para agilizar o envio desse projeto. Também agradeço os servidores do Legislativo e o nosso assessor jurídico, o advogado Heber Amilcar De Sá Stabile, que fizeram com que para que nós conseguíssemos colocar em votação ainda nesta segunda. Quando o tema é para o bem comum, tudo tem que andar mais rápido”, analisa.


O vereador Lika enalteceu a decisão do prefeito Noboru Tomiyoshi. “Quero cumprimentar o Executivo por esse projeto de lei de regulamentação dessa área para Mitra Diocesana de Sinop, no qual a nossa paróquia faz parte. Sabemos que virá um recurso para que seja construída ali a Pastoral da Criança, que faz um belíssimo trabalho”, diz.

“Quero parabenizar a e destacar a importância do trabalho voluntário de uma equipe dedicada. E neste momento o poder executivo aprova esse projeto de suma importância para que a Pastoral da Criança possa ter o seu espaço físico e desenvolver ainda melhor esse trabalho para a sociedade. Eu fico muito feliz”, comenta a vereadora Edina Martins (PT).


“Parabenizo o pessoal da Pastoral e quero dizer que nós, vereadores, olhamos muito para esse trabalho social eles fazem pela nossa cidade. Quero parabenizar muito por esse belíssimo trabalho. E nós não poderíamos deixar de dar esse apoio à Pastoral”, enfatiza Luciano Milani (PMDB).

O vereador Alencar Pereira (DEM) pontua que a Pastoral da Criança é uma entidade que faz um trabalho muito importante para as pessoas de Colíder. “É um trabalho voluntário que ajuda às nossas crianças e representa, indiretamente, economia aos cofres do município. Tenho certeza que na nova sede essa equipe terá maior visibilidade e fará ainda mais. Eles não deixam para amanhã. Essa doação vai em rumo aos interesses da comunidade”.


Dóris Sguizardi (DEM), por sua vez, destacou o trabalho importante desenvolvido pela Pastoral da Criança. “E eles estão tendo dificuldades para tocar o trabalho devido à falta deum espaço físico mais adequado. Então, para nós é gratificante poder contribuir e sabemos que a Vara do Trabalho, através do doutor Mauro, está com vocês nesse belo projeto. E contem comigo e com a Câmara também”, pontua a vereadora.

Pernambuco Filho (PMDB) ressaltou o empenho do presidente da Câmara, Rica Matos (PSD), em apressar a votação do projeto de concessão. “Projeto dessa envergadura pode chegar às 19 horas que não tem problema, porque faz a diferença para a comunidade. São entidades como a Pastoral da Criança que sabem das dificuldades. São eles que dedicam o seu tempo para ajudar e cuidar das crianças que precisam”, disse o vereador, enaltecendo o trabalho do assessor jurídico da Câmara Heber Stabile.

Fonte: Assessoria de Imprensada Câmara de Colíder

ÚLTIMAS NOTÍCIAS