Colíder: Câmara de Vereadores participa do lançamento da semana em defesa da saúde e segurança no trabalho

Durante toda esta semana a Prefeitura de Colíder, secretarias e entidades realizam ações relacionadas ao Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, no dia 28 de abril. Representando a Câmara Municipal, a vereadora Dóris Sguizardi (DEM) participou na manhã desta segunda-feira (24/04) do evento de lançamento em frente à sede do governo municipal. A campanha é promovida em parceria com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), que atua na promoção e prevenção de acidentes no ambiente de trabalho em Colíder, Itaúba, Marcelândia, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita e Nova Santa Helena.


A vereadora Dóris – uma das responsáveis pela implantação da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) em Colíder, em 2008 – destaca que os acidentes e mortes atingem os trabalhadores brasileiros a cada minuto. “O acidente de trabalho pode ser causando não só pelo não uso do equipamento de proteção, mas também pelos fatores psicológicos, morais. Então, é importante ter harmonia no ambiente de trabalho. E os 13 vereadores estão à disposição desta campanha, que é muito importante e nós temos que estar juntos. Esta administração está comprometida com a segurança do servidor e a Câmara Municipal também”, disse a parlamentar.


A enfermeira Daiane Rodrigues, que é coordenadora do Cerest, pontua que Colíder terá várias ações e palestras até o dia 29. “Haverá a iluminação em verde nas unidades de saúde. No dia 27, durante a Conferência de Saúde da Mulher, estaremos falando a ação. E no dia 28 será realizada próximo às agências bancárias a panfletagem para fazer essa sensibilização dos trabalhadores e empregadores de que o ambiente de trabalho pode vitimar, lesar e trazer doenças às pessoas. Por isso, a importância da prevenção. A distribuição também acontecerá no dia 29, durante a feira municipal”, informa.


O prefeito Noboru Tomiyoshi destaca que o trabalhador deve evitar se expor aos perigos e excessos no ambiente de trabalho. “O dia 28 é o dia D, mas a gente sempre tem que refletir sobre esse tema todos os dias. Na realidade, a gente está lidando com a vida das pessoas. O ambiente de trabalho precisa ser seguro. O trabalhador deve agir com prudência, sem riscos à saúde física e mental. O comprometimento com a empresa e com o trabalho é importante, mas com responsabilidade. E a gente quer essa responsabilidade também aconteça dentro da prefeitura, das secretarias e dos órgãos municipais”.


O diretor geral da Câmara, Rafael Pio, também participou do evento em homenagem ao Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho.

A DATA

No dia 28 de abril de 1969, uma explosão numa mina no estado norte-americano da Virginia matou 78 mineiros. Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu a data como o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. Neste dia são celebrados eventos no mundo todo para a conscientização dos trabalhadores e empregadores quantos aos riscos de acidentes. A data foi instituída no Brasil pela Lei nº 11.121 de 2005.


De acordo com a OIT, anualmente, cerca de 270 milhões de trabalhadores são vítimas de acidentes de trabalho em todo o mundo. No Brasil, segundo o relatório, são 1,3 milhão de casos, que têm como principais causas o descumprimento de normas básicas de proteção aos trabalhadores e as más condições nos ambientes e processos de trabalho.

Acidente de trabalho é aquele que ocorre pelo exercício da atividade durante o expediente, no percurso do trabalhador para empresa ou na volta para casa. São aqueles em que há lesão corporal ou perturbação funcional, permanente ou temporária, que causa a morte, a perda ou a redução da capacidade para o trabalho.



ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI