Colíder: Índios pedem a vereadores apoio para criação da Secretaria de Assuntos Indígenas e atendimento diferenciado na saúde pública

O coordenador distrital de Saúde Indígena Kayapó, Matudjo Metuktire, usou a tribuna da Câmara de Colíder durante a sessão ordinária desta segunda-feira (17/04) para reivindicar a criação da Secretaria Municipal de Assuntos Indígenas.

Segundo ele, apesar de Colíder não possuir terra indígena, o município abriga o Instituto Raoni e dois órgãos federais: o escritório da Fundação Nacional do Índio (Funai) e Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei Kayapó).

“Estas três instituições são responsáveis por geração de emprego, impostos e o consumo de serviços e produtos no comércio de Colíder. Geramos renda no município”, justifica.


Matudjo também pediu o uso dos recursos do Incentivo de Atenção Especializada aos Povos Indígenas (IAE-PI) para a construção de uma estrutura física de saúde em Colíder e a contratação de pessoal qualificado para o atendimento ao indígena.

O líder indígena explica que, atualmente, a unidade habilitada para receber esse incentivo de aproximadamente R$ 12 mil mensais é o Hospital Regional. “Esse recurso deve ser utilizado para a melhoria do atendimento ao paciente indígena”, enfatiza Matudjo Metuktire.

O presidente da Câmara, Rica Matos (PSD), disse que a população indígena é importante para Colíder que o Legislativo irá se mobilizar para apoiar as reivindicações da comunidade local.

“Nós sabemos da importância da sociedade indígena para o nosso município. Tem que existir essa aproximação e nós estaremos sempre disponíveis para lutar pelo atendimento às necessidades do povo indígena que vive em Colíder”, comenta Rica.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Colíder

ÚLTIMAS NOTÍCIAS