Vereador Jaime Lima diz que somente a união da sociedade é capaz de salvar o Hospital Regional de Colíder

Manter o bom funcionamento do Hospital Regional de Colíder é uma responsabilidade do Governo do Estado, que deve atualmente cerca de R$ 15 milhões resultantes de repasses atrasados. Esse valor representa cerca de três meses do orçamento da Prefeitura de Colíder, que arrecada, apenas, cerca de R$ 5 milhões por mês.

O compromisso do município é com a saúde básica, onde deve aplicar 15% de sua receita. Já ao governo estadual cabe criar suas políticas de saúde, ajudar os municípios, definir os hospitais de referência e gerenciam os locais de atendimentos complexos da região, como é o caso do Hospital Regional de Colíder, que está com praticamente metade da sua estrutura paralisada devido à falta de repasses estaduais. 

A UTI neonatal está desativada há cerca de dois anos

E o vereador Jaime Lima (DEM) lamenta essa situação de abandono. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal está desativada há mais de dois anos. As condições de trabalho são precárias. Servidores e médicos estão com os salários atrasados. “O Hospital Regional de Colíder vem sofrendo um desgaste devido à falta de recursos e pode, até mesmo, parar de funcionar”, lamenta o parlamentar.


A SOLUÇÃO ESTÁ NA UNIÃO

Descrente com o Governo do Estado, Jaime Lima acredita que a salvação administrativa e financeira do hospital está unicamente na união da população, políticos, empresários, produtores rurais, autoridades e representantes das entidades comerciais, religiosas e indígenas de Colíder e dos municípios da região. “A sociedade deve participar e buscar uma saída para essa situação tão caótica. A questão já foi levada a todas as autoridades e políticos, e nada foi resolvido. Então, temos que nos unir. Não podemos permanecer ociosos e passivos, sem fazer nada”, avalia.

O vereador lembra que todos os setores da sociedade utilizam os serviços do Hospital Regional. “Todos dependem. Quando não é o empresário, é o seu funcionário. Então é justo que todos participem. É nosso dever. É obrigação de todos lutar por aquilo que pertence a toda a comunidade. As pessoas estão morrendo por falta de estrutura, por falta de medicamentos e de leitos hospitalares”, destaca.

Jaime Lima avalia que o Governo do Estado esqueceu do Hospital Regional e das pessoas que dependem. “Merecemos mais respeito. As pessoas daqui pagam impostos, mas também ficam doentes como todas as pessoas de outros lugares. Porém, vejo as indignações da população nas redes sociais e nas ruas. Essas manifestações são uma forma de mostrar às autoridades estaduais irresponsáveis que estamos alertas”, pontua o vereador.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Colíder



ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI