Colíder: Guarda Mirim se compromete a respeitar acordo com o MP e prefeitura inicia repasse de R$ 180 mil



HojeNews - A Prefeitura de Colíder iniciou o repasse de R$ 180 para a Guarda Mirim. O prefeito Noboru Tomiyoshi autorizou o pagamento após a diretoria da entidade se comprometer, durante reunião realizada nesta quarta-feira (03/05), a utilizar somente 50% do dinheiro para quitar a folha salarial.

Noboru quer que a Guarda Mirim respeite o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado com o Ministério Público que determina que a prefeitura não deve fornecer funcionários para as entidades. O departamento jurídico do Executivo entendeu que o pagamento para pagar os funcionários seria uma forma de burlar o acordo.

O prefeito diz que trabalha dentro da legalidade e que está tomando todos os cuidados necessários para não cometer irregularidades. “Buscamos resolver os problemas da melhor forma possível, dentro do que é honesto, do que é digno, do que a população espera do gestor”, enfatiza Noboru.

“Estávamos há tempo discutindo a questão da Guarda Mirim. Tivemos uma adequação de valores, estamos repassando R$ 180 mil anuais para a entidade e existia uma questão jurídica de que a mesma não poderia utilizar esse recurso na totalidade para as despesas de pessoal”, justifica.

O prefeito entende que o convênio deveria ser utilizado para manutenção das ações da Guarda Mirim. “Mas chegamos a um acordo e 50% do repasse será utilizado para o pagamento de funcionários, para que pudéssemos contribuir com a entidade e, ao mesmo, nos resguardar juridicamente”, explica Noboru.

A Guarda Mirim retoma as atividades a partir da próxima segunda-feira (8/05). (Foto: Lázaro Nunes - Assessoria)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI