Mais um assaltante de banco é morto em confronto com a polícia em União do Norte; Tenente foi morto em Matupá

Policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) mataram, no Distrito de União do Norte, no final da tarde desta segunda-feira (15), um dos bandidos acusados de assassinar o tenente Carlos Henrique Scheifer, de 28 anos, e de participar de uma quadrilha de assaltos a banco na cidade de Matupá (720 km de Cuiabá).

A informação foi confirmada pelo sub-chefe do Estado Maior da Polícia Militar, Heverton Mourett. O oficial disse que ainda não foi possível fazer a identificação do criminoso.

"A informação que nós obtivemos é de que um dos quatro bandidos que estava foragido, trocou tiros com os policiais do Bope e acabou sendo morto no confronto. Ainda não temos a identificação dele, pois o corpo não chegou em Matupá, onde será possível fazer o reconhecimento. Também não sei dizer se ele seria de fato o assassino do tenente Scheifer. No entanto, posso confirmar que ele era um dos quatro, que estavam sendo procurados", disse à reportagem.

Agora, a polícia procura outros três bandidos que são acusados de fazer parte da quadrilha.

Para o local, que é considerado de difícil acesso, a Polícia Militar encaminhou 140 policiais especializados, dentre eles, 50 militares do Batalhão de Operações Especiais.

Morte de tenente
O tenente participava de uma operação que prendeu três bandidos e apreendeu armas de grosso calibre, no sábado (13). Os bandidos seriam os mesmos, que na sexta-feira (12), trocaram tiros com a PM no distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo, (692 km de Cuiabá).

A partir de uma caminhonete, encontrada com marcas de sangue, os policiais do Bope saíram de Cuiabá e foram para Matupá em busca de prender a quadrilha. A primeira das quatro prisões ocorreu em um posto de combustível.

Policiais viram um dos bandidos comprando gasolina e o abordaram. Preso, ele contou à polícia o local onde os outros três estavam escondidos, como informou a PM. Um dos assaltantes foi baleado e morreu. Os outros três foram presos.

Fonte: Repórter MT

ÚLTIMAS NOTÍCIAS