MT: Servidores públicos são investigados por excesso de faltas e uso de documento falso

G1MT - Dois servidores da Prefeitura de Cuiabá são investigados em Processos Administrativos Disciplinares (PADs) por excesso de falta e uso de documentação falta para assumir o cargo. 

Os processos foram instaurados após portarias publicadas no Diário Oficial que circulou na última sexta-feira (12). O documento é assinado pelo corregedor geral de Cuiabá, Luiz Henrique Senff.

Por meio de assessoria, a prefeitura afirmou que os servidores devem ser ouvidos para apresentarem defesa sobre o caso.

De acordo com as portarias, um dos servidores é lotado na Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano. Ele teria excedido o total de faltas permitido.

No Portal da Transparência, o último salário pago ao servidor foi em dezembro de 2016. No mesmo ano, porém, nenhum outro pagamento foi destinado a ele. O servidor foi efetivado em 2014. Desde então, ele recebeu oito salários.

A outra servidora, investigada por suspeita de apresentar documento falso para assumir o cargo, é lotada na Secretaria Municipal de Educação e foi efetivada em maio de 2016. Ao todo, ela recebeu 14 pagamentos.

Segundo Senff, caso sejam condenados, os servidores podem perder o cargo e, se constatados danos ao erário, podem ser multados.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS