Novo diretor relata a vereadores situação do Hospital Regional de Colíder e confirma presença na sessão de segunda-feira

O presidente da Câmara de Colíder, Rica Matos (PSD), e os vereadores Dóris Sguizardi (DEM), Alencar Pereira (DEM), Edina Martins (PT), Ruam Batista (PTB), Luciano Milani (PMDB), Ricardo Caldeira Rezende (Lika – PSDB) e Pernambuco Filho (PMDB) estiveram reunidos na tarde desta quarta-feira (3/05), na Câmara Municipal, com o novo diretor do Hospital Regional, Elizandro de Souza Nascimento.

Além de aceitar o convite dos vereadores para participar da sessão ordinária da próxima segunda-feira (8/05) para expor informações atualizadas sobre o Hospital Regional, Elizandro – que assumiu o cargo a convite do governador Pedro Taques – repassou aos vereadores as ações e os investimentos programados para melhorar o atendimento e os serviços da unidade, que enfrenta um momento de profunda crise financeira e funcional.


Apesar da situação de precariedade relatada por Elizando, o presidente da Câmara, Rica Matos afirma que está muito satisfeito com os avanços informados pelo novo diretor do Hospital Regional. “A gente viu que ele está se inteirando do assunto, tomando decisões, resolvendo problemas e preocupado em fazer o hospital funcionar. Mas a fala de otimismo dele me deixou muito contente, principalmente com a retomada do funcionamento das especialidades. Ficou claro que está sendo feito de tudo para que o Hospital Regional volte a funcionar adequadamente o mais rápido possível”, comenta Rica.

Segundo Elizandro Nascimento, o governador definiu metas para resgatar o bom funcionamento do Regional ainda em 2017. O novo diretor disse ainda que ficou surpreso com a situação precária que encontrou no hospital. “Fiquei surpreso. É difícil dizer, mas nós estamos começando do zero. Hoje nós temos apenas 30 por cento da unidade funcionando. Estamos matando um leão por hora”, informou aos vereadores.

REPASSES E PAGAMENTOS

Uma das suas primeiras ações foi formar um conselho administrativo, que tem como membros servidores efetivos do Regional. “E nós conseguimos alguns êxitos. Hoje, praticamente 30 dias no comando do hospital, nós conquistamos muitos avanços. Primeiro, conseguimos autorização para trazer o setor de compras de Cuiabá para Colíder. Já começamos a negociar com fornecedores locais e o hospital começa a respirar”. 


Elizandro informou ainda que o Governo do Estado liberou, de imediato, R$ 2 milhões para o Hospital Regional. “Desse total, já foram pagos quase R$ 800 mil e o restante está para cair, o que já dá para dar uma respirada. Os médicos continuam em greve e ainda enfrento um desabastecimento de remédios. Mas começaremos nesta semana a fazer as compras aqui em Colíder. Os medicamentos que estiveram aqui serão entregues de imediato, precisando aguardar aqueles que vem de fora. Mas eu preciso estocar medicamentos e pagar os médicos para começar a normalizar o atendimento”.


A programação do cronograma financeiro prevê que as dívidas de 2017 com prestadores de serviços e fornecedores – pouco mais de R$ 2 milhões – serão pagas até a segunda quinzena de maio. Conforme promessa do Estado, até o início de junho seriam pagas as dívidas relativas a 2016. “Mas os débitos vêm desde 2013, que eu acredito que somem cerca de R$ 15 milhões”, relata Elizandro, acrescentando que tudo aquilo que o governador prometeu ele vem cumprindo até o momento.

CONVITE

Rica Matos informa que Elizandro Nascimento aceitou o convite dos vereadores para relatar durante a sessão da próxima segunda-feira (8/05) da Câmara, a partir das 19 horas, toda a situação encontrada no Hospital Regional e falar sobre o cronograma de investimentos e pagamentos. “Por isso, convido toda a população de Colíder para participar dessa sessão. Os vereadores entrevistarão o Elizandro e o público também terá a oportunidade para fazer suas perguntas a ele”, pontua o presidente da Câmara Municipal.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Colíder

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI