Polícia prende 9 índios acusados de saques e roubos em rodovia de Mato Grosso



HojeNews - Nove índios acusados de crimes de saque e cobrança indevida de pedágios na BR-070, entre as cidades de General Carneiro (442 km a Leste de Cuiabá) e Primavera do Leste (231 km ao Sul) foram detidos nesta terça-feira (30.05) em operação integrada que envolveu a Polícia Civil, a Polícia Militar, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal.

Os indígenas foram conduzidos à Delegacia da Polícia Federal de Barra do Garças para prestar informações sobre as cobranças indevidas feitas nas rodovias. Em maio a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal registraram 25 ocorrências de roubo e extorsão por integrantes da etnia Bororo.


Os índios começaram a cobrar pedágio alegando que precisam de dinheiro para comprar remédios e comida. Todavia, conforme levantamento junto os motoristas vítimas, o argumento se tornou um pretexto para saques e, até mesmo, assaltos nas rodovias de Mato Grosso.

Segundo os relatos, os indígenas passaram a saquear passageiros de ônibus que faziam a linha Barra Garças a Cuiabá. A reclamação foi feita oficialmente pelo Sindicato dos Transportadores de Mato Grosso (Sindmat) que emitiu nota cobrando providencias das autoridades policiais.


Foram apreendidos uma motocicleta, dinheiro proveniente de motoristas abordados, arcos, flechas e petrechos utilizados para intimidar motoristas que transitavam na rodovia para que pagassem para continuar a viagem.

"Nessa ação conjunta, as Forças Policiais mostraram a presença do Estado e atenderam o anseio da sociedade. Os policiais foram aplaudidos pelos usuários da via que presenciaram a importante ação", disse o delegado regional de Barra do Garças, Adilson Gonçalves.

Participaram da ação policiais civis do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) e policiais das unidades da Regional de Barra do Garças, juntamente com policiais das forças envolvidas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI