Quatro membros de quadrilha são presos por furto em empresa de celulares em Sinop

HojeNews - Uma quadrilha especializada em roubo e furtos foi desarticulada em uma ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar, na segunda-feira (08.05), com a prisão de quatro suspeitos em Jangada (80 km ao Norte). A ação resultou na apreensão de mais de R$ 30 mil em dinheiro, objetos de origem ilícita e vários materiais usados na prática dos crimes.

Os suspeitos, Brhendow Olliom Bispo Moreira, 21, Jailton Oliveira de Arruda, 25, Herdercley Clemente da Silva e Julio César Gomes foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação, associação criminosa e corrupção passiva.

O grupo criminoso também era investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Sinop (500 km ao Norte) pelo furto em empresa de celulares do município, ocorrido no dia 30 de abril, que causou mais de R$ 100 mil em prejuízo. Na ocasião, os suspeitos arrombaram o depósito aos fundos da loja e subtraíram R$1,8 mil em dinheiro e mais de 70 aparelhos celulares de diferentes marcas.


O trabalho, realizado pelas equipes das Delegacias de Jangada , Delegacia de Rosário Oeste e Polícia Militar de Jangada, teve início após denúncia sobre duas pessoas em atitude suspeita na Rodovia BR 163/364. Com a informação, policiais saíram em diligência conseguindo localizar os suspeitos próximos a um posto na Rodovia.

Ao perceberem a viatura da Polícia, os investigados tentaram fugir em direção a um matagal, mas acabaram detidos. Na revista pessoal dos suspeitos, os policiais encontraram mais de R$ 23 mil em dinheiro. Questionados, os detidos não souberam explicar a origem do dinheiro.

Durante as diligências, os policiais receberam a informação sobre mais duas pessoas na rodovia de acesso ao Distrito do Bauxi, com veiculo parado na estrada. Segundo a Polícia, os quatro suspeitos estavam juntos quando o carro estragou e dois deles foram buscar ajuda em Jangada.

Com os suspeitos foi apreendido o restante do dinheiro, totalizando R$ 31.210,70 apreendidos, ferramentas utilizadas nos furtos de estabelecimentos comerciais, como pé de cabra, alicates de pressão, máscaras e luvas, além do carro e as roupas, reconhecidos como os mesmos utilizados no furto ocorrido em Sinop.

Os quatro suspeitos foram conduzidos a Delegacia de Jangada e no caminho ofereceram dinheiro aos policiais para serem liberados, caracterizando o crime de corrupção passiva.

Participaram da operação, os policiais civis, Odália, Bárbara, Jorge, Rondon, Sivanildo e Jean, coordenados pelo delegado de polícia Fabiano Pitoscia, e os policiais militares, Andrade e Horácio.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI