Adolescente é flagrada com identidade falsa em cadeia ao se passar por mulher de preso

Uma adolescente de 15 anos foi flagrada nesta quinta-feira (8) com uma identidade falsa ao se passar por mulher de um detento na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, durante visita. 

Ela foi apreendida ao deixar a unidade prisional, após checagem dos documentos. A suspeita é de que ela tenha sido contratada para realizar o serviço de 'mula', levando drogas e aparelhos de celular para a cadeia.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen-MT), João Batista, a adolescente procurou a unidade e afirmou ter uma união estável com um dos presos. Na ocasião, ela requereu a emissão de uma carteirinha para visitar o preso.

“Durante o trabalho de inteligência, os agentes conseguiram comprovar que se tratavam de documentos falsos usados por ela”, afirmou Batista. Nos documentos, a adolescente afirmava ter 19 anos.

A suspeita é de que ela tenha sido contratada para entregar celulares e droga dentro da unidade. “É comum os presos contratarem essas meninas, forjarem os documentos e a união estável para que elas possam entrar com esse objetos”, afirmou o presidente do Sindspen-MT.

A adolescente foi apreendida e encaminhada para a Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) onde deve ser ouvida.

No ano passado, segundo o sindicato, 45 pessoas foram presas em flagrante tentando entrar com materiais dentro da unidade.





ÚLTIMAS NOTÍCIAS