Garota de programa planejou morte de vendedor de carro encontrado carbonizado em MT

A Polícia Judiciária Civil prendeu um casal e apreendeu um adolescente envolvidos no assassinato do vendedor de veículos, Fábio Manoel da Silva, 54 anos, que foi carbonizado na zona rural do município de Cáceres (225 km a Oeste), na madrugada de domingo (18.06).

Os suspeitos são Amanda da Silva Torres, 22, Kelvin Emanuel Socorro, 24, e o adolescente, G.M.A. G., 16 anos, acusados de tramarem a morte do vendedor.

A moça, que é garota de programa, se relacionava com a vítima, com quem teve uma criança, que está com 1 ano de idade. O vendedor reconheceu a paternidade da criança e planejava tirar a guarda da mãe. Por conta disso, Amanda convidou o amigo Kelvin Emanuel para juntos matá-lo.

No sábado, a mulher e a vítima se encontraram em uma casa. Os dois ingeriram bebidas alcoólicas e num determinado momento, já embriagado, o vendedor foi deitar no quarto. Nisso, Amanda entrou em contato com Kelvin que foi até a casa e na posse de uma enxada desferiu um golpe na cabeça da vítima, que estava acordada. Percebendo que ele não havia morrido, a moça pegou uma faca e entregou ao comparsa, que por sua vez, fala que foi Amanda quem terminou de matar a vítima.

Em seguida, os dois pegaram objetos da casa como TV e o celular da vítima, colocaram o corpo na caminhonete da vítima, uma Amarok prata e seguiram rumo à zona rural. No caminho, a mulher ligou para o adolescente pedindo que ele levasse até um ponto, gasolina para colocar fogo no corpo.

Conforme o delegado, Wilson Souza Santos, o menor contou que não participou do crime. Apenas levou o combustível e permaneceu na cidade.

Pouco mais da meia noite de sábado (17) para domingo (18), moradores da região do assentamento Facão acionaram a Polícia informando que havia um corpo em chamas, na segunda ponte, lado esquerdo, da estrada de acesso ao assentamento.

Na manhã de domingo, a mulher da vítima procurou a Delegacia da Polícia Civil para comunicar o desaparecimento do marido. Na unidade ela foi informada sobre um corpo encontrado na madrugada. “Ela reconheceu no IML e depois registrou outro BO de homicídio. Logo depois o veículo foi localizado em outro ponto, na região das Pedras, com vestígios de sangue no banco traseiro e no assoalho”, disse o delegado.

O delegado também confirmou que foi pela oitiva da esposa da vítima que as investigações avançaram chegando à identificação dos autores. “Eles foram interrogados e de imediato representamos pela prisão. 

O juiz decretou a preventiva dos maiores e o menor está em análise ainda”, finalizou. A informação é da assessoria da Polícia Civil.





ÚLTIMAS NOTÍCIAS