Polícia Civil recupera caminhonetes e prende três por transporte de motocicletas sem documento em Mato Grosso

Três caminhonetes roubadas no Estado de Rondônia foram recuperadas pela Polícia Civil em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a Oeste). Os veículos foram encontrados ainda em poder dos assaltantes em uma rota de veículos furtados e roubados. Enquanto os veículos eram rebocados, os policiais fizeram outra abordagem, que resultou em três pessoas presas por descaminho.

As três caminhonetes, sendo uma Toyota Hilux e duas SW4, foram roubadas na noite de sábado, na cidade de Vilhena (RO). Durante o assalto, os criminosos armados agiram com violência e crueldade, deixando as vítimas traumatizadas.


Logo que a equipe de investigadores da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade foi informada do roubo se dirigiu até a ponte do Rio Sararé, região conhecida por ser utilizada como rota de veículos furtados e roubados. No local, os policiais avistaram as caminhonetes roubadas e ao realizarem a abordagem, os criminosos efetuaram disparos de arma de fogo e tentaram fugir com os veículos.

Porém ao tentar manobrar as caminhonetes, os condutores perderam o controle dos veículos, tendo um deles saído da estrada, o segundo teve os pneus atingidos por disparos e o terceiro foi abandonado um pouco a frente. Os criminosos conseguiram fugir uma vez que a região é de mata fechada, com córregos e brejos.

MOTOCICLETA

Enquanto aguardavam o guincho para retirada dos veículos recuperados, nas proximidades da ponte localizada sobre o Rio Sararé, os investigadores abordaram também duas caminhonetes, uma L200 Triton, que transportava na carroceria uma motocicleta Honda Bros, sendo conduzido por um homem, e uma Hilux branca, que carregava outra motocicleta Honda Bros na carroceria, junto com um reboque que puxava um quadricíclo modelo Konidz.


Os condutores foram autuados por crime de descaminho, por não terem declarado os bens na Receita Federal. Segundo eles, tinham saído de Goiânia (GO), passaram por Cocalinho, desceram até Nova Mutum e de lá seguiram com destino a Bolívia, para participarem de um rally.

As motocicletas, segundo eles, pertenciam a dois amigos que tinham ido de avião para a Bolívia. As motocicletas estavam emplacadas, mas os condutores também não apresentaram os documentos.

O delegado Clayton Queiroz Moura informou que qualquer bem ou carga, antes de entrar em um país, precisa ser declarado na receita federal e apresentar o documento na entrada e saída do país.

Os seis veículos foram apreendidos e encaminhados à Polícia Federal. A informação é da assessoria da Polícia Civil.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - CONFIRA AQUI