Acusado de matar mãe de criação em Goiás é preso em cidade de Mato Grosso


Acusado de matar a mulher que o criou como filho, Ricardo Ferreira Vidotto Azevedo, 31, teve o mandado de prisão cumprido em ação integrada da Polícia Civil de Mato Grosso e Polícia Civil de Goiás,, em Jaciara (144 km ao Sul de Cuiabá). O suspeito estava com a ordem de prisão temporária decretada pela Justiça do Estado de Goiás pelo crime de latrocínio.

Apontado como autor do latrocínio que vitimou sua mãe de criação, Ricardo foi localizado trabalhando em um assentamento de sem terras em Jaciara, em ação integrada do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) da Polícia Civil de Mato Grosso e Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Goiás, com apoio das equipes das Delegacias de Alto Taquari, Dom Aquino e Jaciara.

O crime que vitimou Sônia Maria de Passos aconteceu no dia 11 de fevereiro, no bairro Vila Redenção, em Goiânia (GO). Na ocasião, Ricardo foi recebido pela mãe, que estava sozinha em casa, momento em que aproveitou para golpear a vítima fortemente com um soco. Em seguida, o suspeito esgorjou a mãe com um golpe de faca e a arrastou para um banheiro, onde a vítima foi encontrada já sem vida.

Após a execução, Ricardo subtraiu uma aliança e uma corrente de ouro da vítima, além de dois televisores da casa e um veículo Fiat Strada. Segundo as investigações, depois do crime o suspeito fugiu para a cidade de Pedra Petra e seguida foi para Jaciara. Através do trabalho investigativo do Deic e do Garra, o acusado foi localizado trabalhando no assentamento de sem terras, em Jaciara.

Em interrogatório, Ricardo confessou a autoria do latrocínio e deu detalhes sobre o crime. Ele alegou que matou a mãe de criação porque precisa de dinheiro e pretendia deixar a cidade. O suspeito teve o mandado de prisão temporária cumprido e com a finalização das investigações a Polícia Civil de Goiás representará pela sua prisão preventiva. A informação é da assessoria da Polícia Civil.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS