Aula é suspensa em escola de Mato Grosso após ex-aluno ameaçar professores com faca

Um menor de 17 anos acusado de ameaçar funcionários e diretores da Escola Municipal Juvenilia Monteiro de Oliveira foi apreendido nesta terça-feira (04.07), pela Polícia Civil, em ação da Delegacia Especializada do Adolescente de Várzea Grande (DEA-VG). Na segunda-feira (03), as aulas na escola chegaram a ser suspensas em razão das ameaças do adolescente.

Segundo informações, V.S.J.,17, é ex-aluno da escola e desde de sexta-feira (30.06), tentava invadir a unidade pulando os muros. O adolescente foi retirado do local pela diretora da escola que disse que chamaria a Polícia. No período da tarde, o menor retornou a escola, com uma faca na cintura procurando pela diretora, como não a encontrou começou a ameaçar professores e funcionários da unidade.

Na manhã de segunda-feira (03.07), os primeiros funcionários a chegar, viram o adolescente rondando a escola e avisaram a diretora que mandou suspender preventivamente as aulas. Assim que a vítima registrou a ocorrência, os policiais da DEA-VG iniciaram as diligências e, nesta terça-feira (04.07), detiveram o menor no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande.

O adolescente, que é usuário de drogas, possui várias passagens por atos infracionais foi ouvido e confessou que foi até a escola com uma faca na cintura, mas negou que tivesse ameaçado alguém. O menor infrator será apresentado ao Ministério Público com pedido de internação. A informação é da Polícia Civil.



















ÚLTIMAS NOTÍCIAS