Homem é preso em flagrante após estrangular e simular suicídio da namorada em MT

André Carvalho Barbosa, 23, foi preso pela Polícia Civil de Tangará da Serra (239 Km ao sul de Cuiabá) no domingo (23), suspeito de matar a namorada, Thais de Jesus da Luz, 20, na residência onde o casa morava, no bairro Jardim Paraíso.

De acordo com o investigador Lázaro Ribeiro, na tarde de domingo, o suspeito acionou o Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra para socorrer a namorada dele, alegando que ela teria tentado suicídio com um fio. “Após tomarmos conhecimento do fato, fomos no local juntamente com a perícia técnica. Porém a versão dele era impossível. O fio que causou a morte da vítima, não dava altura da viga que ele apontou”, conta. “Na viga não tinha nenhum vestígio, sendo descartada a possibilidade de suicídio. Os indícios são de homicídio”, disse.


Conforme o investigador, todas as versões contadas pelo suspeito se contradizem e o incriminando. “Ele disse que cortou o fio com o dente e que tirou ela sozinho do local, isso não tem possibilidade também. Pela investigação, consideramos que depois dela ter morrido, ele forjou o suicídio, amarrando o fio no pescoço dela, o que acabou pegando o cabelo da vítima não há possibilidade de suicídio dessa forma. Ele apagou todas as ligações e mensagens dela para ele, para não deixar provas. Então, toda a versão que ele conta, é descartada”.

Lázaro confirmou ainda que André já tinha tentado contra a vida de Thais outras duas vezes, uma vez tentou enforcar a vítima e uma amiga a socorreu e em outra colocou gasolina na casa e ameaçou atar fogo, disse que ela tinha uma medida protetiva concedida pela Justiça contra ele. A titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Tangará da Serra, Liliane Diogo, destaca que em fevereiro, quando o oficial de justiça foi intimar o agressor sobre a medida protetiva, Thais que havia reatado o relacionamento com André, disse que renunciava a proteção.

O investigado acredita que a vítima voltou com agressor por meso. “Acreditamos que há muito tempo ele vem planejando a morte dela e agora se concretizou. É uma pessoa fria, cínica, que não demonstra arrependimento. É uma pessoa que não merece ficar na sociedade”, salientou o investigador.

Diante dos fatos, André Carvalho Barbosa, foi preso como principal suspeito do homicídio de Thais. A polícia informou ainda, que o suspeito jogou água no rosto da vítima tentando reanima-la, sem sucesso.

“Foi preso como suspeito do homicídio. Ouvimos testemunhas, estivemos no local com a perícia e médico legista e todas as hipóteses de suicídio foram descartadas. Realmente foi um homicídio. Acreditamos que ele tenha matado ela por asfixia, mas apenas o laudo vai confirmar”, informou Lázaro. (Com informações da Rádio Pioneira)

Redação: Gazeta Digital



ÚLTIMAS NOTÍCIAS