Investigações apontam que irmãos mataram a facada e atearam fogo em fazendeiro na divisa de MT com a Bolívia

O inquérito que irá esclarecer a morte do fazendeiro Elizeu Estevam de Lacerda, de 58 anos, ocorrido em Araputanga no dia 25 de junho, caminha para comprovar a participação dos irmãos Rones da Silva Ribeiro, 19 anos, e Andro Ferreira da Silva, de 28 anos.

O delegado responsável pelo caso, Miguel Macário Lopes, deve ouvir Rones nas próximas semanas para esclarecer a motivação do crime. 

Além disso, seu irmão Andro, que foi detido um dia após o crime com vestígios de sangue na camisa e uma faca, foi solto por falta de provas. Apenas uma pericia que ainda não foi concluída poderá confirmar a suposta a participação dele no crime.

“O inquérito está quase concluído, e as investigações estão caminhando para confirmar a participação dele [o irmão que foi solto] no crime. Tudo indica que sim, porém não podemos prender sem provas.” disse o delegado.

O delegado relatou que Andro foi encontrado com algumas manchas que aparentavam ser sangue e uma faca limpa, mas somente o laudo da pericia que deverá sair nos próximos dias irá confirmar se a faca apreendida foi a mesma utilizada no crime.

Rones, que foi preso após roubar duas motocicletas em Cáceres, está preso. Ele confessou o crime, porém inocentou o irmão. O delegado relatou que irá realizar uma nova oitiva com para descobrir a motivação do crime.

Entenda o caso

Eliseu foi atacado por dois homens quando estava na sede de sua propriedade. Ele recebeu várias facadas pelo corpo.

Segundo informações da PJC, dois bandidos chegaram à fazenda em uma motocicleta.

Após o crime, os bandidos empregaram a gasolina que estava no tanque de combustíveis para atear fogo a casa.


Redação:.Olhar Direto



ÚLTIMAS NOTÍCIAS