Por ciúmes, ex-marido mata mulher grávida de cinco meses a facadas e confessa crime à polícia em Alta Flores

Uma mulher de 26 anos morreu depois de ser esfaqueada pelo ex-marido, nessa segunda-feira (10) na cidade de Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar e a Polícia Civil, Emerson Diego Pestana da Silva, de 25 anos, confessou em depoimento que matou a ex por ciúmes. A vítima, identificada como Aline Mazurek, estava grávida de cinco meses.

Segundo a Polícia Civil, Emerson já foi denunciado por ameaças contra Aline outras vezes. A vítima tinha conseguido uma medida protetiva contra o ex-marido há pouco mais de uma semana.

O crime foi denunciado por uma pessoa chamou a polícia depois que viu Emerson com as mãos e roupas sujas de sangue. O ex-marido, que trabalha como pintor, confessou para essa testemunha que tinha acabado de esfaquear a ex-mulher dele. O G1 não localizou a família da vítima.


De acordo com as informações que a polícia recebeu, Emerson e Aline tinham um relacionamento desde que eram mais novos, inclusive tiveram uma filha, atualmente com cinco anos. Os dois, porém, tinham uma relação conturbada, mas estavam separados. A polícia, no entanto, não soube informar há quanto tempo o casal havia rompido.

Em depoimento, Emerson confessou o crime. O pintor relatou que foi até a casa de Aline para discutir o relacionamento, mesmo após o término do casal. De acordo com a Polícia Civil, Aline estava grávida de Emerson.

Fonte: G1MT



ÚLTIMAS NOTÍCIAS