Veja o vídeo: Armado, delegado Sérgio Ribeiro invade pedágio e discute com funcionária após ter viatura barrada


Imagens do sistema de segurança da Concessionária Rota Oeste mostram o momento em que o delegado regional de Sinop, Sérgio Ribeiro Araújo invadiu uma praça de pedágio na BR-163, em Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá) e obrigou os fiscais liberarem a passagem dele, sem pagamento da taxa.

O caso ocorreu no dia 12 de março, mas as imagens só foram divulgadas nesta semana.

As imagens divulgadas pela TV Cidade Alerta, de Sorriso, mostram que o delegado ficou bastante irritado com a recusa de ter seu acesso liberado no pedágio.

Ele invadiu a cabine da fiscal, em posse de uma arma e puxou a funcionária pelos braços, ordenando que ela fosse com ele até a central de monitoramento do pedágio. Ela estava em uma ligação telefônica, aparentemente tentando resolver a situação, mas foi obrigada a interromper o telefonema e o acompanhar.


Em outra cena, já na parte que fica o setor administrativo da concessionária, onde o acesso é restrito aos funcionários, o delegado conversa com outro encarregado da empresa, que aparentemente ficou nervoso com a situação e permitiu que ele entrasse.

Dentro da empresa, em uma sala de monitoramento do pedágio, o delegado fala com um treceiro funcionário, que faz algumas anotações, possivelmente para liberar o acesso do delegado.

Os trabalhadores registraram um boletim de ocorrência sobre a situação.

Por meio de nota, a Rota do Oeste explicou que veículos que não estejam identificados, precisam ter prévio cadastramento e que os funcionários seguiram o procedimento padrão da empresa.

Outro lado

A reportagem tentou contato com o delegado, mas as ligações não foram atendidas.

Em entrevista ao programa de televisão Cidade Alerta, da TV Record de Sorriso, Ribeiro disse que o fato já foi superado e lamentou o ocorrido.

“Eu lamento que tenha sido assim e talvez faltou bom senso das duas as partes. As viaturas têm o direito de passar pelo pedágio e fomos impedidos”, afirmou.

Processo Administrativo

A Corregedoria da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso informou, por meio da assessoria de imprensa, que o episódio (na praça de pedágio) foi isolado e que não há conhecimento de que esse tipo de comportamento do delegado tenha ocorrido novamente.

Diante das informações recebidas, será instaurado um procedimento para apurar a conduta do delegado Sérgio Ribeiro. O corregedor-geral da Polícia Civil, Jesset Munhoz designou um profissional para executar o trabalho.

A assessoria da Polícia Judiciária Civil informou que para melhorar o tráfego de viaturas nas rodovias de Mato Grosso, especialmente as descaracterizadas e acauteladas, foi encaminhada a relação de todas as placas das viaturas caracterizadas, descaracterizadas e acauteladas para cadastro na Concessionária Rota Oeste.

Leia a nota da Rota do Oeste na íntegra:

"A Concessionária esclarece que, para que sejam isentos da cobrança da tarifa de pedágio sem a necessidade de cadastramento prévio, os veículos oficiais devem estar identificados com a placa azul de caracteres brancos, brancas com caracteres pretos ou pretos com caracteres dourados. Outros veículos oficiais podem ser isentos de pagamento por meio de cadastro e comprovação da atividade pública.

Neste caso específico, o veículo utilizado pelo referido usuário não integrava nenhuma das duas categorias. Sendo assim, coube aos funcionários seguirem o procedimento padrão, que desencadeou a ação explícita em vídeo. A Concessionária forneceu imagens do ocorrido somente à polícia, atendendo solicitação da delegacia municipal de Sorriso."

Veja o vídeo:



Fonte: MidiaNews

ÚLTIMAS NOTÍCIAS