Jovens que mataram estudante a tiros dentro de escola vão a júri em MT

Dois jovens, ambos de 24 anos, acusados de matarem um estudante dentro de uma escola no ano de 2011, em Cuiabá, devem ir a júri no dia 23 de agosto, no Fórum de Cuiabá. De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Vinícius Toledo Lemos e Maurício da Silva Pereira Filho serão julgados pela morte de Gustavo Pacheco da Silva, de 16 anos, assassinado no interior da Escola Estadual Antônio Cesário de Figueiredo Neto, no bairro Bandeirantes, em Cuiabá.

Segundo o processo criminal, o caos foi registrado em julho de 2011, quando os dois acusados, na época com 18 anos, foram detidos em flagrante por atirarem e matarem Gustavo. Maurício, apontado como a pessoa que fez os disparos, confessou o crime durante depoimento à Justiça.

Ele alegou em juízo que estava sendo ameaçado de morte pela vítima e se sentia pressionado, já que no dia, horas antes do crime, recebeu ameaças de Gustavo. Os dois acusados saíram da escola, buscaram um revólver na casa de Maurício e retornaram até unidade. No local, o estudante foi morto com cinco tiros. Logo em seguida Maurício e Vinícius foram detidos por policiais militares.

Gustavo ainda foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. A vítima já cumpriu medida socioeducativa no Centro Socioeducativo (Pomeri), em Cuiabá.

Conforme a Justiça, o crime foi cometido por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa do garoto. Os dois acusados permaneceram presos por menos de um ano e atualmente respondiam pelo processo em liberdade.

Fonte: G1MT


ÚLTIMAS NOTÍCIAS