Polícia prende líder e desarticula quadrilha de roubo de cargas em Mato Grosso

O chefe de um dos maiores grupo criminoso atuante em roubos de carga e caminhão nos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná foi preso, na manhã de sexta-feira (04.08) ,durante ação integrada da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ação resultou ainda na prisão de outros cinco integrantes da quadrilha.

O líder da quadrilha, João Carlos de Oliveira, 53, conhecido como “Carlinhos”, investigado pelas polícias dos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná, estava com mandado de prisão em aberto expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá. Alex Sandro de Lima, 42, e mais quatro mulheres acusadas de integrar a quadrilha foram presos em flagrante pelo crime de associação criminosa.

João Carlos conduzia um veículo Toyota Hilux SW4 de cor preta, na companhia de Alex quando foi abordado pela equipe da PRF, na Rodovia BR 364, proximidades do município de Santo Antônio do Leverger. Na ocasião, o suspeito apresentou um documento falso, entregando aos policiais uma carteira nacional de habilitação (CNH) em nome de José Carlos Jaques.

Diante das suspeitas a equipe da PRF entrou em contato com a DERRFVA, para verificação da procedência da caminhonete, sendo imediatamente informados se tratar de um indivíduo investigado por roubos de veículos e cargas.

Imediatamente, os investigadores da DERRFVA se deslocaram para atender a ocorrência, conduzindo os dois suspeitos para a delegacia. De açodo com investigações, João Carlos foi identificado como autor de roubos de carga e de dois caminhões no Estado de Mato Grosso do Sul, dois caminhões no interior do Estado de São Paulo, e outro caminhão no Paraná.

Após interrogatório dos dois envolvidos, os policiais deram continuidade as diligências, ainda na tarde de sexta-feira (04), e conseguiram efetuar a prisão de quatro jovens localizadas no bairro Mapim, em Várzea Grande.

As quatro suspeitas, com idades entre 21 e 25 anos, foram identificadas como participantes das ações criminosas, as quais eram usadas como “iscas” para atrair os caminhoneiros, que em seguida eram surpreendidos pelos criminosos que executavam os roubos dos veículos e cargas.

As jovens foram conduzidas a DERRFVA e em interrogatório e assumiram a participação dos crimes. Elas foram autuadas em flagrante junto ao suspeito Alex pelo crime de associação criminosa.

O líder do grupo, João Carlos, foi preso em flagrante por uso de documento falso e associação criminosa, além do cumprimento do mandado judicial de prisão preventiva que esta em aberto. A informação é da assessoria da Polícia Civil.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS