Preso terceiro suspeito de matar dentista a tiros durante assalto em Mato Grosso

O terceiro e último integrante do trio que praticou o latrocínio que vitimou o dentista, João Bosco de Freitas, 62 anos, foi preso nesta segunda-feira (30), em cumprimento de mandado de prisão efetuado pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERRFVA), da Polícia Civil.

Nesta tarde, Rafael Silva Aguiar, 18 anos, acompanhado do advogado, foi apresentado na Delegacia e notificado da prisão. Ele confessou que participou do roubo, que terminou na morte do dentista, na manhã de quarta-feira (26).

Em suas alegações, Rafael disse que saíram no Celta branco para roubar um veículo na cidade, até que encontraram o Corolla do dentista. Segundo ele, na abordagem, que quem estava armado e efetuou o disparo foi menor, V.H.S.S, 16 anos, que foi apreendido na quinta-feira (27), mesmo dia que foi preso em flagrante, André Fellipe de Amorim, 25 anos.

O adolescente foi apresentado ao Ministério Público e teve a medida socioeducativa de internação deferida nesta segunda-feira (30). Já André Fellipe de Amorim foi mantido preso depois de passar por audiência de custódia, na sexta-feira (28).

O dentista morreu na final da manhã de quarta-feira (26), após tentativa de roubo de seu veículo Corolla, no bairro Jardim Tropical, em Cuiabá. Conforme boletim de ocorrência da Polícia Militar, que fez o atendimento da ocorrência, a vítima foi encontrada com um disparo de arma de fogo, sendo socorrida pelo Samu e indo a óbito no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, horas depois.

As informações são de que a vítima teria reagido ao assalto praticado por dois homens jovens. No local, populares exaltados pediam providências imediatas das forças de segurança.

Rafael será apresentado em audiência de custódia e depois seguirá para uma unidade do Sistema Penitenciário. A informação é da assessoria da Polícia Civil.





ÚLTIMAS NOTÍCIAS