Vereador Luciano Milani cobra reforço da fiscalização sobre comércio ambulante em Colíder: “Prejudica a economia local”

A crise econômica e o aumento do desemprego fizeram com que disparasse o número de ambulantes atuando na cidade de Colíder. Essa alternativa encontrada por pais e mães que precisam sustentar suas famílias, ao mesmo tempo, prejudica o comércio local devido à queda no faturamento, podendo forçar o fechamento de estabelecimentos e causar desemprego.

Preocupado, o vereador Luciano Milani (PMDB) cobra da Prefeitura de Colíder o reforço da fiscalização e medidas de combate ao comércio informal nas ruas e nos bairros. “Percebi que eles só vêm no começo do mês, entre os dias primeiro e 10, simplesmente para pegar o assalariado. Em uma semana levam boa parte do dinheiro da cidade. O poder executivo tem que ver isso aí”, comenta.

Segundo Milani, a população precisa valorizar o comércio local para evitar o colapso na economia colidense. “Com essa crise, as empresas estão fechando. Há muitas casas com placas de venda. Muita gente querendo ir embora para Sinop. Então, nós temos que valorizar os produtos e serviços das empresas estabelecidas legalmente aqui. O ambulante é bem-vindo, desde que dentro da legalidade”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Colíder






ÚLTIMAS NOTÍCIAS