NOTÍCIAS

Mulher acusada de roubo seguido de morte é presa em Confresa 10 anos após crime


Uma mulher foragida há 10 anos por crime de latrocínio foi presa pela Polícia Civil, em Confresa (1.160 km a Nordeste de Cuiabá. Beatriz Neta Barbosa Aguiar, 31 anos, trabalhava no frigorífico JBS, na região.

O mandado de prisão foi expedido pela Comarca de Porto Alegre do Norte pelo latrocínio (roubo seguido de morte) praticado em 2006 no município de Canabrava do Norte. Após assassinar a vítima, a mulher enterrou o corpo.

Na época do crime, Beatriz foi presa e encaminhada a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte. Depois de sete meses presa, conseguiu serrar as grades da cela e fugiu, permanecendo 10 anos foragida.

Beatriz Neta foi interrogada e encaminhada novamente para Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte onde aguarda sob o poder da justiça. A informação é da assessoria da Polícia Civil.